Festival Sensacional / Foto: Rodilei
Festival Sensacional / Foto: Rodilei

A nona edição do Festival Sensacional!

Com 12 anos de história, o Festival Sensacional reuniu cerca de 40 atrações no Parque Ecológico da Pampulha em BH para 10 horas de música

Mais uma criação do Viaduto Santa Tereza, em Belo Horizonte, a primeira edição do Festival Sensacional aconteceu ali, no ano de 2010, reunindo 9 bandas e um público de cerca de mil pessoas embaixo do Viaduto.

Daí em diante o Sensacional fez parte do surgimento de blocos e de movimentações culturais em BH, buscando sempre aproveitar o público das folias do carnaval para apresentar bandas autorais pouco conhecidas, reunindo dezenas de milhares de pessoas em espaços como a Praça da Savassi, o Parque Municipal e a Esplanada do Mineirão, em festas pautadas sempre pelo tom político, diverso e bem-humorado.

9º Festival Sensacional

Em sua nona edição, o Sensacional voltou a ocupar um parque público da capital mineira, o incrível Parque Ecológico da Pampulha, que recebeu pela primeira vez um festival desse porte, e nós estivemos lá.

Com 10 horas de música, o Festival reuniu quase 40 atrações em quatro palcos, entre shows, fanfarras, um palco de música eletrônica, soundsystem, instalações artísticas, uma cerimônia indígena e muito mais em busca de oferecer “o festival dos nossos sonhos”.

Tomando como inspiração o Parque Ecológico, que, com seus 30 hectares de áreas verdes, é o resultado de uma história de recuperação ambiental, essa edição do Sensacional trouxe um foco narrativo em celebrar tudo o que nasce no meio das ruínas, depois de dois anos sem a realização do Festival.

O Festival dos nossos sonhos

Desde o início das divulgações da realização de uma nona edição, o Festival Sensacional fez questão de impressionar o seu público, com uma direção artística muito cativante em todas as comunicações e na identidade visual do Festival, que traziam com força a energia dessa festa realizada no Parque Ecológico.

O espaço escolhido é sem dúvidas o primeiro grande destaque que tivemos ao entrar no Festival, que acertou em cheio nessa localização. É difícil encontrar uma pessoa que tenha passado pelo Festival Sensacional e não tenha saído de lá apaixonado pelo visual do evento, que encontrou um diferencial de força no Parque Ecológico.

Foi incrível observar o respeito do público e da organização do Festival pelo Parque, mantendo todos os espaços extremamente limpos durante todo o evento, mesmo com dezenas de milhares de pessoas transitando por ali. Inclusive, a organização do Festival como um todo foi outro destaque muito positivo durante todo o evento. Com espaços e profissionais exclusivos para PCDs, toda uma estrutura pensada para a acessibilidade, com Intérpretes de Libras nos palcos e uma comunicação muito intuitiva para todo o público, a produção do evento realizada pelos profissionais da Híbrido foi impecável em garantir a realização do festival dos sonhos para todos presentes. Inclusive para nós da imprensa. A equipe do Kalamidade contou com todo o suporte do Festival e um amplo acesso a todos os espaços para absorver o máximo possível de todas as atrações do evento.

Festival Sensacional
Público do Festival Sensacional / Foto: Rodilei

Oficina de Cobertura

Essa edição do Festival Sensacional trouxe um protagonismo para a cobertura realizada pelas mídias independentes, que garantiu a presença de diversos profissionais da comunicação cultural, representando diferentes veículos e mídias, que puderam também contribuir para despertar o interesse de jovens para a atuação profissional dessas mídias independentes.

Durante o Festival conduzimos uma Oficina de Cobertura para alguns alunos, compartilhando nossas experiências, conhecimentos e práticas sobre os diversos trabalhos que envolvem a cobertura de um evento por uma mídia independente com jovens que já produzem conteúdos audiovisuais voltados à arte e cultura, e puderam vivenciar um dia como parte da imprensa de um Festival, e trabalhar como parte da equipe de divulgação do Sensacional.

Sem dúvidas foi uma experiência única para esses jovens e para nós, que pudemos contribuir com essa formação de novos trabalhos e visões criativas para a nossa área.

Vamos então para as atrações que tornaram esse Festival, literalmente, Sensacional!

PALCO MASTERPLANO

Localizado em meio a um bosque no Parque Ecológico, responsável pela pista eletrônica do Festival, o Palco Masterplano já faz parte da história do Sensacional, acompanhando o evento desde 2016. Nesta edição, o palco foi um dos destaques do Festival desde as suas primeiras apresentações que começaram com um b2b entre Romana e Lagoeiro, que abriram as atividades do Master logo nas primeiras horas do Festival.

A tarde trouxe uma diversidade sonora única para o Masterplano, já começando a reunir um grande público no espaço antes mesmo da noite chegar. Passaram por lá nomes como Carrot Green, João Nogueira, Mira Miumiu, Valesuchi, Pedro Pedro, Monalisa Leblanc e Glau com sets inesquecíveis.

Mas memorável mesmo foi a noite do Master, que começou embalada por Belisa e Joana Mescladi, que trouxeram na sequência a minha apresentação favorita da noite, com a dupla Deekapz. Paulo e Mateus subiram no palco da Master para dar aulas de produção e mixagem, em uma seleção magnífica, que enlouqueceu o público presente e preparou o terreno para a maior de BH, DJ Kingdom fechar o palco Masterplano com chave de ouro.

Festival Sensacional
Deekapz / Foto: Rodilei

PALCO CORETO

Aproveitando da estrutura do próprio Parque Ecológico, o Palco Coreto exibiu uma identidade única em comparação com os outros espaços. Utilizando da própria elevação do terreno e adaptando um coreto para fazer as funções de um palco, este espaço trouxe algumas das melhores e mais interessantes apresentações do Sensacional.

Os franceses da banda Entrée Libre abriram as atividades do Coreto, seguidos pela artista amazonense Gabi Farias, que apresentou um show intimista, acompanhada por uma ótima banda. Mas o grande destaque da tarde do palco foi a apresentação “Caminhos de Pachamama”, realizada pelos indígenas Guarani Kaiowá, com a presença da professora e ativista Célia Xakriabá, denunciando as violências contra os povos indígenas em meio as suas manifestações artísticas e culturais, que encantaram todos os presentes.

Festival Sensacional
Célia Xakriabá / Foto: Rodilei

Ao anoitecer o palco se tornou um dos focos do Festival. Primeiro, o Coreto recebeu a formação quase completa da girlgang Fenda na apresentação dupla de Laura Sette e Iza Sabino, que trouxeram DJ Kingdom para comandar a pista, além da participação surpresa de Paige, que subiu ao palco e trouxe todo o poder da sua voz para deixar a apresentação delas ainda mais cativante.

Festival Sensacional
Iza Sabino, Paige, DJ Kingdom e Laura Sette / Foto: Rodilei

Um dos shows mais aguardados da noite foi a apresentação de Don L, que deixou o Palco Coreto pequeno para um público enlouquecido, ao lado de Alt Niss, Terra Preta e do DJ Roger P3 apresentando os principais sons do seu último disco “Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 2”. Ao longo da apresentação, Don retomou ainda outros clássicos da sua carreira, passando por faixas de “Caro Vapor” e “Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 3”, além de trazer novidades para o público, como o verso ainda não lançado de Djonga na faixa “favela venceu” do último disco de Don.

As atividades do Palco Coreto seguiram com o swingue tropical e gingado baiano de Rachel Reis, que aqueceu o público na noite fria para receber o Baile Miami de FBC. Para começar a festa, o DJ Cost lançou um miniset com um puro suco do Miami Bass, remetendo a tudo aquilo que VHOOR e FBC trouxeram de melhor para o público no álbum Baile. Jogando em casa, FBC subiu ao palco ao lado de Iza Sabino, e colocou o público pra cantar todos os seus hits com muita energia, passando por trabalhos diversos como “SCA”, “Padrim”, “Best Duo” e “Baile”, em um show que teve até pares de Kenner lançados para a galera.

Festival Sensacional
FBC / Foto: Rodilei

PALCO SMIRNOFF + PALCO ITAIPAVA

Os maiores palcos do Sensacional foram também os responsáveis por trazer os melhores visuais do Festival. Ao lado de morros elevados que garantiam uma visão privilegiada e ampla de todo o parque para o público, o Palco Smirnoff e o Palco Itaipava passaram o dia inteiro lotados, recebendo apresentações incríveis desde cedo.

A baiana Agnes Nunes abriu o Palco Smirnoff com um repertório diverso, passando pela MPB, R&B, Jazz e Samba, demonstrando uma sinergia única com o seu público em uma bela apresentação junto a sua banda. No Palco Itaipava, quem iniciou as atividades foi o quinteto Francisco, El Hombre, com sua fusão de batucada e música latina em um show cheio de energia e manifestação que tirou o público do chão.

Festival Sensacional
Agnes Nunes / Foto: Rodilei

A tarde do palco Smirnoff foi dominada por um nome: Liniker. A artista subiu ao palco para o seu primeiro show em uma linda apresentação com os maiores sucessos do seu último álbum Indigo Borboleta Anil, ao lado da vencedora do Grammy Latino, Tulipa Ruiz, encantando o público com essas vozes poderosas. Mas essa não foi a única apresentação da Liniker, ela voltou a subir no palco para acompanhar Letrux, em um show arrebatador que estava marcado para acontecer com a artista Mahmundi, mas teve de ser cancelado por questões de saúde.

Festival Sensacional
Liniker / Foto: Rodilei

Os maiores palcos do Sensacional receberam nomes a altura para fechar a nona edição do Festival. No palco Smirnoff, Olodum e Russo Passapusso não deixaram ninguém ficar parado em uma apresentação de tirar o fôlego. Enquanto no palco Itaipava, ao lado de uma banda excepcional e acompanhado por grandes cantoras, Baco Exu do Blues reuniu um público enorme para assistir a apresentação ao vivo do seu disco mais recente “Quantas Vezes Você Já Foi Amado?”.

Festival Sensacional
Baco Exu do Blues / Foto: Rodilei

Assim foi a nona edição do Festival Sensacional pelos olhares do Kalamidade. Agradecemos muito a toda a organização e produção do evento, por nos permitir acompanhar a fundo todas as movimentações do Festival e viver as experiências desse dia incrível.

Que venha o próximo!

Leia Mais
#10 – GIRO Kalamidade
%d blogueiros gostam disto: