#19 – GIRO Kalamidade

Na edição 19 do GIRO Kalamidade trazemos uma chuva de ótimos lançamentos explorando Funk, Drill, Grime, Blues, R&B e muito mais

Edição 19 do GIRO Kalamidade no ar! O nosso espaço dedicado a levar vocês em um rolê pelas melhores novidades e lançamentos musicais da cena nacional que chegaram no nosso radar na última quinzena.

Nessa edição temos uma chuva de ótimos lançamentos explorando Funk, Drill, Grime, Blues, R&B, acompanhados de belos trabalhos visuais nos videoclipes, além de uma websérie de produção musical com foco na negritude.

Então vem com a gente dar esse GIRO e pra conferir todas as novidades e lançamentos!

Roger Deff, DJ Giffoni e Fernando Macaco lançam single “Utópico”

Roger Deff / Foto: Celton Oliveira

Com produção de DJ Giffoni e Fernando Macaco, “Utópico” é o novo single de Roger Deff, em preparação para o seu segundo álbum.

Para que serve a utopia? Para continuar caminhando“, parafraseando o escritor Eduardo Galeano, Roger Deff dá a síntese da mensagem do seu novo single, que dá o tom do novo álbum do rapper mineiro.

Mantendo a crítica social dos discos anteriores, Deff fala também da importância de enxergarmos outras possibilidades, outros horizontes, para além do caos estabelecido, e pontua o quanto a arte tem contribuído, não apenas para protestar, mas para alimentar uma esperança necessária.

“Vivemos um momento muito difícil e acredito que a maior contribuição que posso dar enquanto MC, enquanto artista, é construir narrativas que apontem para outras direções. Se a não acreditamos que as coisas podem mudar ficamos apáticos, o que é muito perigoso”.

Todas as faixas que farão parte do novo disco foram gravadas no período da pandemia, o que fez com que o processo fosse realizado totalmente à distância.

“Gravei todas as vozes da minha casa, com os recursos que tenho, e enviei para o estúdio para que Giffoni e Fernando produzissem, foi a primeira vez que fiz um trabalho inteiro assim”,

relata Deff.

Outra faceta interessante do novo trabalho são as artes desenvolvidas pelo grafiteiro e ilustrador Binho Barreto. O artista traduziu nas capas as mensagens dos singles e do álbum, com inspirações que vêm dos quadrinhos de nomes como Robert Crumb e do Rap produzido na década de 90 por ícones como Public Enemy e DelaSoul.

Ouça o single “Utópico”:

Fernando Kep e Olympio lançam clipe “AUTOIMUNE”

Capa: bivito

Fernando Kep lançou, junto a Olympio, produtor de Grime e Drill de São Paulo, a faixa e o clipe “AUTOIMUNE”. A track, sela uma parceria e a conexão de dois artistas proeminentes no cenário Grime BR e que em constante estudo, buscam uma sonoridade nacional sem que percam sua essência e sua propriedade técnica.

Inspirados pelo Grime de Londres, associados a uma variedade de temas, flows, performances e humor, também impulsionados pela batida marcante, enérgica e pulsante com referências na música underground da Inglaterra, Fernando Kep e Olympio respectivamente, se unem para o primeiro lançamento colaborativo da dupla.

“AUTOIMUNE” discorre sobre a potencialidade dos artistas nacionais, sobretudo em como a musicalidade brasileira é reverenciada internacionalmente, agora com o Grime Brasileiro, com suas características únicas, ganhando espaço nos programas de rádios e nos Sets gravados de DJs britânicos que recorrem a artistas nacionais para diversificar e completar sua tracklist.

Assista o clipe de “AUTOIMUNE”:

Grupo Mãos Negras apresenta faixa dupla “Ruas Sujas / Meu Traço”

Viajando do Boomtrap ao Drill, o grupo Mãos Negras voltou às ruas apresentando a faixa dupla “Ruas Sujas / Meu Traço”. A faixa dupla que marca o retorno do grupo e produtora, conta com os beats do Snow e do Alexandre, e masterização do Zabú.

bairro nobre
odeia pobre
enriquece com o sangue que escorre
tem a vida que quer
tira a vida de quem escolhe
corta a raiz de quem colhe

Ruas Sujas

O lançamento vem afirmando cada vez mais as necessidades e dificuldades de jovens pretos e periféricos. Detalhando o cotidiano das ruas, cada linha desse novo trabalho tem um direcionamento. Com falas provocativas e pesadas, o clima do som se mantém o mesmo, apesar da mudança brusca no bpm, com os graves volumosos do 808.

‘Ruas sujas e Meu Traço’ vem como uma forma de questionamento, fala do momento atual de vários brasileiros e as formas precárias de saúde, saneamento, segurança e educação que vivenciamos. Uma faixa que é necessária, escrita não apenas como música, pois poderia não ser lançada. A falta de oportunidade aqui faz os nossos escolherem a opção errada e geralmente isso é fatal. A visão de um negro nas ruas,

afirmou Snow.

A música vem destilando entre afirmação e perigo, a capa nos coloca nesse mesmo ambiente, criado pelo Pedro, que depois foi usada como ideia para o clipe, filmado pela Aryah e editado pelo Snow.

A produção das faixas foram feitas separadamente, a primeira parte é beat e mixagem do Snow, a segunda é beat do Alexandre e mixagem do Zabú. A nova sonoridade do Mãos Negras vem pra fazer jus à nova fase. Após o hiato de dois anos o grupo pretende voltar com lançamentos mensais, além dos projetos com a produtora.

Nós esperamos o momento certo pra voltar às atividades. Depois do EP ‘Chernobyl’ a gente precisava se reafirmar com a carreira solo. É o recomeço de um grupo mais maduro e mais talentoso, foram tempos de estudo e estúdio,

pontuou Zabú sobre o retorno.

Assista o clipe de “Ruas Sujas / Meu Traço”:

Ororo lança videoclipe do single “Só Eu Sei” com produção de TheKick

Ororo / Foto: Ivana Regis

A cantora pernambucana Ororo lançou o videoclipe do single “Só Eu Sei”, com produção do TheKick.

Após o lançamento de “Fica”, a cantora Ororo agora traz um som que navega sobre o inconformismo diante de um término.

A composição sinaliza o momento confuso do parceiro e reafirma as características e sensações que ele só vai encontrar na mesma pessoa.

A música chega com produção do TheKick e mixagem/masterização de NexoAnexo.

O single foi lançado acompanhado de um videoclipe produzido pela HoodCave, com direção de GG Oliveira e Emmanuel Leon e direção criativa de Ororo e Ivana Regis.

Assista o clipe de “Só Eu Sei”:

DJ Vilão, Bornal, MC Gelo, Pipe e M4 unem forças em “Da Lama ao Ouro”

DJ Vilão uniu forças com Bornal, MC Gelo, Pipe e M4 para o lançamento de “Da Lama ao Ouro”.

O lançamento é o primeiro projeto interestadual da produtora LoveFunk Vale. Os MCs joseenses Bornal e Gelo uniram forças com os cariocas Pipe e M4 para o lançamento da faixa. A produção ficou por conta do DJ Vilão que já colabora com os artistas desde o início do ano.

O clipe teve direção de Weslei Almeida e edição/finalização por Vitor Caye. O nome da faixa faz menção à jornada de cada artista em busca de suas vitórias pessoais, passando pelas suas origens até a chegada ao patamar que almejam para o futuro através de seus trabalhos dentro da música. Com uma produção repleta de graves marcantes a música retrata as vivências pessoais de cada um, e a luta árdua e diária em busca de viver de suas respectivas artes.

A história do clipe se passa em dois ambientes, inicialmente em Parada Angélica (Duque de Caxias, Rio de Janeiro), de onde M4 é originário, com seu encerramento feito em São José dos Campos, cidade da sede da produtora LoveFunk Vale e dos MCs Bornal e Gelo. O audiovisual vem para complementar a narrativa proposta na música mantendo o clima de busca incessante ao sucesso.

A mensagem que a gente quis passar com essa música é de nunca desistir, para mulecada ir atrás do sonho, que você só não alcança o que você almeja quando você deixa de acreditar, vai ser muito difícil, isso você pode ter certeza, mas você tem que acreditar que você consegue,

afirmou Bornal.

Assista o clipe de “Da Lama ao Ouro”:

Modulação Preta: a websérie de produção musical com foco na negritude

Modulação Preta é o nome da websérie de produção musical com foco na negritude, principalmente na linguagem eletrônica e dos beats.

Com concepção e curadoria de Raiany Sinara, direção de arte de Tarcilla Thaís e apresentação de Marcos Felinto, o projeto promove shows, entrevistas e experimentações.

Os episódios estão sendo gravados na Galeria do DJ – Sônia Abreu, exposição permanente dentro do Centro Cultural Olido, em São Paulo.

No dia 5 de setembro estreia o quinto episódio da websérie, com a rainha do Dancehall Lei Di Dai. O projeto já contou com a participação da cantora e beatmaker Sáskia; da beatmaker PODESERDESLIGADO; da DJ e produtora musical EVEHIVE; e do músico experimental Rômulo Alexis.

Assista o primeiro episódio da websérie:

MC Lalão do TDS lança primeiro videoclipe “Princesa do Gueto” com produção de BADSISTA

MC Lalão do TDS / Foto: Isac Oliveira

No Dia da Visibilidade Lésbica, a MC Lalão do TDS lança o seu primeiro videoclipe “Princesa do Gueto”, com produção de BADSISTA.

Cantora e compositora de funk desde 2017 e autora da música “Papaléguas”, Lalão acredita na potência de Princesa do Gueto.

A mensagem que eu quero passar com a minha música é de superação. Mostrar que você pode sair de uma coisa ruim, pode ter sonhos e conquistar o que quiser. Eu falo dos meus sentimentos, da minha realidade.

Mulher lésbica no Funk, ela expõe em letras fortes e diretas os obstáculos e conquistas na quebrada que a trouxeram até aqui.

Eu tive que apanhar da vida em todos os sentidos. Não só da polícia, mas de parente, de gente na rua, pra ver que o crime e as drogas não valem a pena. Quando eu canto que ‘a caneta é a minha munição’, isso significa um tiro na cabeça do sistema, da sociedade. Que não vai ser usando droga ou roubando que eu vou estar me munindo.

Para retratar a realidade que vive, MC Lalão fez questão que o clipe fosse gravado nas ruas de Taboão da Serra, sua cidade natal. A cantora desabafa também que “não tem espaço nenhum pra mulher no Funk, quem dirá para lésbica”. Por isso, ressalva a importância do apoio entre mulheres na cena, em especial da DJ e produtora musical Badsista, a mulher por trás de Princesa do Gueto.

Eu conheço a BADSISTA desde 2016, mas no final de 2020 eu encontrei ela no Capão [Redondo] e a gente trocou uma ideia de como a música tava me ajudando. Aí ela falou ‘vamos fazer um som seu’. Gravamos e ela me deu muita assistência.

A escolha de lançar a música e o clipe no Dia da Visibilidade Lésbica surgiu da importância dessa data para a comunidade, que em 1996 realizou o 1º Seminário Nacional de Lésbicas em prol de exigir de governantes políticas públicas que auxiliem na inclusão dessas mulheres.

Assista o clipe de “Princesa do Gueto”:

Sottero e Dactes lançam “Alquimista”

Sottero

Com versos sem pudor e linhas ácidas chega o novo lançamento do artista baiano Sottero, “Alquimista”, com produção do Dactes.

Trazendo reflexões e contradições de um jovem rapper soteropolitano sobre a busca por dinheiro, vivências que as ruas da cidade proporcionam e uma certa dose de egotrip, o som chega em uma musicalidade Trap com flow melódico e refrão marcante.

Escutar “Alquimista” é quase como uma viagem pela cidade de Salvador, passando pelas gírias, linguagem e narrando cenários que são a alma da cidade.

Com produção de Dactes, integrante do selo 999, a faixa “Alquimista” vem com forte apelo estético e uma escrita pouco comum, para se diferenciar do que vem sendo lançado na cena, visando representar quem vive a realidade da capital baiana.

Ouça o single “Alquimista”:

JORGE e $CARPA são os destaques do selo REF Music em agosto

REF Music é um selo musical de agenciamento de lançamentos focado em Rap e Funk, criado por Letícia Santos (Lets).

O projeto visa ajudar artistas iniciantes e intermediários de todas as vertentes do Rap e do Funk em seus lançamentos, dando apoio desde a parte operacional, até estratégias de marketing e assessoria de imprensa.

Mensalmente o selo escolhe dois artistas para serem os destaques do mês. Para agosto, o selo escolheu vertentes que caminhassem entre o Blues, R&B, com um toque bem brasileiro em ambos, adicionando um pouco de Pop e MPB, apresentando os trabalhos de JORGE e $CARPA.

JORGE é carioca e veio diretamente da terra maravilhosa para produzir conteúdos para o lançamento de seu single “Ju & João”, a faixa oferece uma dose de calmaria diária e demonstra o sentimento de emoção para os apaixonados, mas também pode ser usada para reflexão daqueles que passam por dificuldades na vida amorosa.

De fato, Jorge consegue exemplificar isso muito bem em suas letras, sempre com um toque apaixonado, mas com o pé no chão.

Assista o clipe de “Ju & João”:

$CARPA é de Jundiaí, interior de São Paulo e está lançando seu primeiro single, “Rosas e Adagas”. A faixa chega como um desabafo pessoal da artista, que nos apresenta em sua primeira faixa gravada, que ela veio para ser uma das próximas promessas da cena.

Assista o clipe de “Rosas e Adagas”

E essas foram as novidades e lançamentos da última quinzena.

Quer trazer o seu trampo para o GIRO Kalamidade? Envie um e-mail com um release sobre o seu trabalho para: contato.kalamidade@gmail.com. Nossa linha editorial foca naqueles que nem sempre brilham com o mic nas mãos, como DJs, produtores musicais e audiovisuais, beatmakers, designers, fotógrafos, etc.

Monte um material com as informações sobre o que você quer anunciar: quem você é, o que está lançando, quando, onde, como e por quê. Mande também fotos para divulgação! Quanto mais detalhes nossos editores tiverem, mais rico será o nosso conteúdo.

Até o próximo GIRO!

%d blogueiros gostam disto: