#17 – GIRO Kalamidade

Sonoridades que exploram o Blues, Soul, R&B, Boombap, Trap, Drill, UK Garage e muito mais na edição 17 do GIRO Kalamidade!

Edição 17 do GIRO Kalamidade no ar! O nosso espaço dedicado a levar vocês em um rolê pelas melhores novidades e lançamentos do Hip-Hop nacional que chegaram no nosso radar na última quinzena.

Nessa edição temos o lançamento de singles que antecipam EPs e álbuns de grandes nomes, acompanhados por trabalhos de destaque de vários produtores e produtoras, apresentando também belos videoclipes.

Os lançamentos de hoje trazem sonoridades que exploram o Blues, Soul, R&B, Boombap, Trap, Drill, UK Garage e muito mais. Vem com a gente no GIRO conferir esses lançamentos e novidades!

Ruas lança “Chandon Laranja”, com produção de André Miquelotti

Capa: @gbrlmont

O MC Ruas lançou o seu primeiro trabalho de 2021, o single “Chandon Laranja”, contando com produção musical do beatmaker André Miquelotti e um audiovisual, com direção e gravação realizadas pelo filmmaker Gabriel Monteiro.

“Chandon Laranja” vem como o primeiro de 3 singles que ainda serão lançados pelo MC antes do álbum “Sonhos de Vitrine”, que tem como previsão de lançamento o segundo semestre de 2021. O projeto contém muitas punchlines e nos apresenta um artista mais experiente e mais disposto a lutar pelos seus objetivos e pelos objetivos do seu grupo, como o mesmo cita na música.

O intuito do som é dar o chute inicial aí, dos trabalhos deste ano. O champanhe é a bebida das comemorações, né? Mas aqui nesse som o champanhe é para abrir as portas, os caminhos, assim como no verso do Racionais, tá ligado? Tô muito feliz com o resultado desse trampo e ansioso para os próximos projetos,

finaliza o MC.

Assista o clipe de “Chandon Laranja”:

Udi Santos e SMPLSMENTE lançam single e clipe “A Noite”

No mês de julho é celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e no Brasil também é denominado como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, essa data relembra o marco internacional de luta e resistência da mulher negra para reafirmar a necessidade de enfrentar o racismo e o sexismo vivido até hoje por mulheres que sofrem com a discriminação racial, social e de gênero.

Ouvir histórias de amor através de uma mulher preta em um país cujo sistema escravocrata e sexista criou toda uma condição para que esta voz fosse silenciada, é um ato de revolução, resistência e poder! Então celebrando a data e comemorando um ano de carreira solo, Udi Santos lançou o single “A Noite”, com produção de SMPLSMENTE.

Exibindo muito amor, sensualidade e empoderamento esse novo trabalho foi lançado acompanhado de um visualizer disponível no YouTube.

A escolha da capa do novo single teve a contribuição do público através das redes sociais da artista.

Assista o visualizer de “A Noite”:

1LUM3 e iiaancoo apresentam “lovecrime”

Antecipando o EP “FIDELIO”, com lançamento previsto para 13 de agosto, a cantora 1LUM3 lançou o single “lovecrime”, produzido por iiaancoo, produtor conhecido no underground e nas sonoridades Lo-Fi.

O EP vai contar com seis músicas de diferentes produtores, como Lucas Silveira e JLZ. Mixado e masterizado por Katia Dotto, o EP explora a versatilidade de composição da cantora, se abrindo para uma abordagem menos melancólica e mais pop. As faixas crescem conforme 1LUM3 avança em sua narrativa:

Este é o meu processo de ferida e cura. Inicialmente me sentia afogada no meu próprio eu e, conforme a evolução das faixas, vou me libertando de sentimentos e sensações que já não me pertencem mais. Até que em ‘basta’, chego ao ponto alto de minha ascensão no espectro em que me coloco,

afirma 1LUM3.

Ouça “lovecrime”:

Estúdio KANDA ENT une 2:22music, Dexter, Key Bruno e Pifo

KANDA ENT é um estúdio onde rolam as produções musicais dos DJs Will e Kalfani, artistas do selo KL Música. E “Clímax” é o nome do novo single produzido pelo estúdio, contando com a dupla 2:22music e participações de Dexter e Key Bruno, na produção musical do Pifo.

Segundo os artistas da 2:22music a faixa surgiu ainda em 2020, depois de algumas seções com o Bruno.

Eu já tava há um tempo querendo fazer um som sobre a minha quebrada, Jardim Clímax. As minhas ideias estavam bem parecidas com as propostas do Bruno. Esse trabalho foi uma ponte, uma ligação,

completa AuraSoul.

Depois desse processo criativo o DJ Will acabou mostrando a música finalizada para o Dexter que gostou muito e entrou no som.

Foi muito bom estar junto e construir pontes com quem merece e sente amor por aquilo que está sendo construído. Me sinto lisonjeado e honrado por fazer parte disso,

explica Dexter.

Assista o clipe de “Clímax”:

AmandesNoBeat lança beat tape “UK Baile, Vol.1”

Natural de Taubaté, interior de São Paulo, o beatmaker AmandesNoBeat acaba de lançar a beat tape “UK Baile, Vol. 1”.

Iniciado na cultura UK em 2018, Amandes lançou, no mesmo ano, o EP “Grimeshit” com P.B.O e a partir daí se aprofundou mais no gênero e referências musicais do Reino-Unido, virando uma referência regional no gênero.

Após alguns singles e produções de gêneros UK (UK Drill e Grime), conheceu o UK Garage, gênero esse que é precursor do Grime, e decidiu desenvolver projetos baseados nessa estética.

Fortemente influenciado por “BRIME” de Febem e Fleezus com produção de CESRV, e pelo EP instrumental “Soundbwoy” do mesmo produtor, Amandes decidiu lançar seu próprio compacto de instrumentais, com referências características do Brasil, seja nos samples ou em percussões que em certos momentos flertam com o Funk, ou até mesmo na capa do disco, com influência de cores, e referências a ícones nacionais como Russo Passapusso (BaianaSystem).

O compacto vem trazendo fortes influências nacionais em todos os contextos, mas também mantendo a essência inglesa/jamaicana que faz com que o gênero exista até hoje com uma forte predominância na Europa.

Ouça “UK Baile, Vol.1”:

BAKKARI lança produção com clipe “Posso Mudar”

O artista cearense BAKKARI chega com mais um single, dessa vez com a produção “Posso Mudar”, abordando a auto afirmação de BAKKARI para a nova fase de lançamentos pré-álbum.

Após quase 1 ano da morte do KZ eu consegui me expressar musicalmente sobre o que eu senti a partir do momento que soube da notícia, eu sabia que uma hora ia ter que soltar pro mundo essas palavras mas não sabia quando e como seriam. A faixa surgiu com a ideia de me comunicar com a energia dele e contar o porque ainda luto,

explicou BAKKARI.

A faixa carrega consigo as lembranças de KZ em cada verso, tratando do lado mais amadurecido da música, deixando de lado rótulos de estilo e fazendo aquilo que dá vontade de viver.

A faixa foi produzida numa parceria entre o artista e o estúdio Gain Lab. O audiovisual ficou na mão de John Santos com roteiro de Vetdefortal.

Para 2021, BAKKARI promete o álbum “Imperador” que, segundo o mesmo, se trata de um trampo que vai trazer ‘renovação na cena de Fortaleza, [não é] nada do que a gente viu aqui, ainda’.

Assista o clipe “Posso Mudar”:

B No Beat lança “Meus Demônios ao Meu Favor” com MC Lucas Mic

Capa: @colaisss

B No Beat chega com seu mais novo lançamento, o single “Meus Demônios ao Meu Favor”, feito em parceria com o MC Lucas Mic, consolidando a parceria entre Minas Gerais e São Paulo, Uberlândia e Mauá.

O single é o primeiro som com rimas lançado pela produtora, inaugurando um novo momento, e mostrando a versatilidade de B No Beat. Além de ser o primeiro Rap não-instrumental, o som é o primeiro lançamento colaborativo da produtora, fazendo valer o princípio do Hip-Hop: a união.

Com uma atmosfera densa e rimas afiadas, “Meus Demônios” traz à tona a mais pura essência do Rap underground brasileiro.

Quando produzi esse instrumental ele me remetia a uma viagem intensa interior, onde eu me deparava comigo mesma. Me coloquei nesse papel onde meus demônios (incertezas, inseguranças, vaidades, ansiedades) estavam bem aqui e tudo bem! Como usá-los ao meu favor? Passei a ideia para o Lucas e a conexão foi imediata, em menos de 48 horas a letra estava pronta, era como se eu a tivesse escrito,

explicou B No Beat.

A arte da capa ficou por conta do artista mineiro Colaiss, que através da técnica de colagem, conseguiu
traduzir em imagem, o que o som diz em batida e rima. A mixagem e masterização foram feitas por B.O.

Ouça “Meus Demônios Ao Meu Favor”:

Leopac produz “Vida Loka Resample” iniciando novo projeto

Foto: Nicolas Sullivan

O beatmaker sul-mineiro Leopac lançou a faixa “Vida Loka Resample”, utilizando o mesmo sample da clássica “Vida Loka, Pt.2”, dos Racionais MCs.

O lançamento inicia um novo projeto do artista, com a intenção de “resamplear” alguns samples utilizados por grandes nomes da música preta.

A definição de sample é praticamente utilizar um trecho, um pedaço de áudio de uma certa faixa musical, e utilizá-lo junto com outros elementos como, bateria, baixo, piano, leads, synths, ou só bateria e sample como o clássico do Rap raíz. 

Logo de cara o beatmaker dá o start com o sample da música “Theme from Kiss of Blood”, da banda Button Down Brass com participação do trompetista Ray Davies.

Confesso que é complicado resamplear esses clássicos, afinal, os nosso professores já deixaram nítida uma forma de resgatar essas músicas antigas através dos seus samples, porém é legal a comunidade de beatmakers dar uma nova roupagem pra esses samples. A tecnologia é outra, ela evolui muito rápido, e dá sim pra fazer batidas novas com essas faixas,

diz Leopac sobre a responsabilidade de utilizar algo já utilizado.

Ouça “Vida Loka Resample”:

LadoA e Fernando Marquex lançam videoclipe “Por Amor”

Capa: @luancitele

O grupo LadoA, integrado por Lucas LT e Dejah Hajed, lançou a música e o videoclipe “Por Amor”, com a participação de Fernando Marquex. A canção mostra a perspectiva dos três artistas sobre como tem sido fazer música por amor no Brasil. O clipe foi produzido pela 808 e une a estética do tropicalismo brasileiro à Black Music norte-americana, influências musicais fundamentais para a formação desses artistas.

Nossas vidas, nossos riscos
Nossas histórias nos discos…

Dejah Hajed

Assim como os artistas do movimento tropicalista da década de 60, os artistas do LadoA também misturam diferentes estilos musicais para produzir arte original com uma linguagem singular. O instrumental de “Por Amor” é produção do próprio Lucas LT. O beat é envolvente e mistura o swing de sonoridades afro americanas como Blues, Soul, R&B, Boombap e Trap.

LT sampleou um vocal de R&B/Soul, usou timbres de Boombap com elementos do Trap na bateria e depois agregou o baixo orgânico de Vinícius Câmara.

O respiro do beat no momento do vocal do sample foi essencial. Pensado como um intervalo do som, um refrão embutido, que logo se transformou no gancho entre as rimas,

explicou Lucas LT.

Assista o clipe de “Por Amor”:

E essas foram as novidades e lançamentos da última quinzena.

Quer trazer o seu trampo para o GIRO Kalamidade? Envie um e-mail com um release sobre o seu trabalho para: contato.kalamidade@gmail.com. Nossa linha editorial foca naqueles que nem sempre brilham com o mic nas mãos, como DJs, produtores musicais e audiovisuais, beatmakers, designers, fotógrafos, etc.

Monte um material com as informações sobre o que você quer anunciar: quem você é, o que está lançando, quando, onde, como e por quê. Mande também fotos para divulgação! Quanto mais detalhes nossos editores tiverem, mais rico será o nosso conteúdo.

Até o próximo GIRO!

%d blogueiros gostam disto: