Foto: Divulgação/Riot Games

Selecta – 7 vezes que o Rap nacional se encontrou com o universo dos games

O Selecta de hoje trouxe um pouco desses encontros pra vocês. Do uso de samples, referências, a capas e até trilha sonora para anúncio de jogador profissional.

Em diversos momentos o Rap nacional se encontrou com o universo dos games. Esse encontro é mais comum do que parece e cada vez mais frequente.

Do uso de samples, referências, a capas e até trilha sonora para anúncio de jogador profissional.

No Selecta de hoje, montamos uma lista que passa por trabalhos do Emicida, JXNVS, Yung Buda, niLL, e muito mais. Confere aí!

1 – Emicida na abertura da final do CBLOL 2018

É de costume por parte da desenvolvedora de jogos RIOT Games organizar grandes shows para as finais de seus maiores torneios. Nas finais do mundial de 2014 que aconteceram em Seoul na Coréia do Sul, a banda Imagine Dragons se apresentou com a música tema do mundial chamada “Warriors”.

Era questão de tempo para que um show de abertura acontecesse nas finais brasileiras. E em 2018 ninguém mais ninguém menos que EMICIDA se apresentou na final do segundo split que aconteceu entre Flamengo x KaBuM.

A música em questão foi a “É só um joguinho”, além de citar grandes personagens da cultura pop em seus versos como o Wilson Fisk (Rei do Crime da Marvel) e claro elementos do próprio League of Legends como o Baron Nashor, ele também traz referências a criadores de conteúdo especializados no game como o bordão “dale dele dele dolo” do streamer Jovirone.

Não foi a primeira vez que Leandro colaborou com o mundo dos games. Em 2012 ele participou da trilha sonora do jogo Max Payne 3 com a faixa “9 Círculos”, além de dublar o personagem Ekko em sua skin True Damage no próprio League of Legends.

Obviamente que ele também não foi o último MC a se apresentar nas finais brasileiras, em 2020 na final do segundo split Pedro Qualy junto do DJ Vintage Culture se apresentaram com a faixa “Somos Um Só”.

2 – JXNVS sampleando Chrono Trigger na faixa “Notas (Sain part. Brill)

Se você acompanha o quadro “Pega o Sample” no nosso Instagram com certeza você já deve ter visto esse recorte por lá, mas como o trabalho do JXNVS nesse instrumental é tão marcante decidi que não fazia sentido ficar de fora desse Selecta.

O sample de 6 segundos que percorre por toda a track vem da faixa “Mystery of the Past” do jogo Chrono Trigger, RPG de 1995 desenvolvido pela Square Co. para Super Nintendo, abaixo você pode escutar o sample original.

3 – niLL na trilha sonora do jogo Indie “Lenin – The Lion

O rapper e produtor de Jundiaí é famoso por trazer elementos da cultura pop para seus trabalhos. De rimas a samples, niLL sempre tem algo a apresentar quando o assunto é o mundo GEEK. Dessa vez, o MC participou da tracklist oficial do jogo “Lenin – The Lion” com a música “Empatia”. É interessante como o instrumental bem Lo-Fi nos remete ao seu álbum mais aclamado pelo público, o famoso “Regina” de 2017.

O jogo “Lenin – The Lion” é um RPG narrativo que percorre pela temática da superação. A saga do leão albino é cuidadosamente construída pelo desenvolvedor brasileiro Lornyon. O game foi lançado em 2019 e caso você tenha interesse em embarcar nessa história ao som de niLL é só acessar aqui.

4 – YODA ft. Batalha da Aldeia, Qualy e Tropkillaz

Arte oficial do evento “Batalha de Rap SehLoiro”.

Dois dos maiores fenômenos da internet dos últimos tempos se encontram em 2020 para o evento de batalha de MCs organizado por um dos maiores streamers brasileiro de todos os tempos, Felipe Noronha, conhecido dentro da comunidade como “Yoda”

A batalha foi fruto de uma edição especial do programa PlaYlist que é de uma parceria de Yoda com a dupla de DJs Tropkillaz (que nessa edição ficaram responsáveis pelo instrumentais usados em cada batalhas). 

O evento “Batalha de Rap SehLoiro” foi tão grande que atingiu mais de 300 mil telespectadores com um pico de 78 mil simultaneamente na transmissão. Os MCs participantes foram Noventa, Big Mike, Mikezin, Andrade, Krawk, Zuluzão, Alva e o vencedor da noite Kant. A apresentação do evento ficou por conta do Qualy, de Yoda e do Bob 13.

5 – O “Limbo” retratado na capa da “Mixtape da Madrugada, Vol II

Frame da gameplay do jogo “Limbo”.

“Limbo” é um jogo de plataforma em 2D de desenvolvedora de jogos independentes dinamarquesa Playdead lançado em 2010. Logo após seu lançamento o game já era aclamado pela comunidade pela sua jogabilidade e enredo, que conta a história de um garoto em busca de sua irmã em um cenário macabro.

Toda essa construção do jogo serviu de inspiração para que o MC, produtor e designer Godzilla.mp4 construísse a identidade visual e sonora do segundo volume da sua mixtape de instrumentais intitulada “Mixtape da Madrugada”. Para a capa o produtor se auto retrata dentro do universo do game e o resultado sonoro desse trabalho vocês podem ver no link abaixo.

Caso queria adquirir sua versão do jogo, você pode encontrar aqui (dica: em diversas épocas do ano o jogo fica gratuito dentro da Steam, fica a dica caso não queira gastar esse dinheiro agora).

6 – Um passeio em Summoners Rift com Yung Buda em “Músicas para Drift Vol.3

Em março de 2021, Yung Buda membro da famosa Sound Food Gang lançou o terceiro álbum da trilogia de “Músicas para Drift”. Nesse trabalho o MC abusa do universo de League of Legends para a construção musical com uso de samples do jogo e também para a construção narrativa de algumas faixas, como por exemplo em “Drift de Yasuo”.

O uso da lore do personagem Yasuo é usada como base para a narrativa da música e por conta disso acabou criando um grande apelo da comunidade pelo álbum.

Recomendo fortemente a leitura do texto “Yung Buda e a construção de um universo mitológico” da nossa colaboradora Isabela Rosa.

Além dessa referência mais escrachada ao personagem, o MC ainda faz citações mais tímidas ao League of Legends, como em “Hayabusa Chromo” quando cita os personagens Blitzcrank e Rengar e em “Sticker do Haunter” quando coloca uma referência do conjunto de skins Lua Sangrenta em seus versos.

Vale lembrar que Yung Buda frequentemente faz transmissões jogando League of Legends e outros jogos em seu canal da Twitch.

7 – O fenômeno LOUD se junta ao Drill de BIG BLLAKK para anúncio de Lucca

Dentro do cenário competitivo de Free Fire muito se falava da negociação de Lucca com a LOUD, principalmente por todos os problemas de contrato com seu ex time, que travaram por muito tempo o sucesso da negociação. O jogador considerado por muitos um dos mais habilidosos dentro do game não podia ter seu anúncio feito de qualquer maneira, por isso a organização se juntou a BIG BLLAKK para lançar a música “Trem Bala” em conjunto da apresentação de Lucca.

BIG BLLAKK vem ganhando notoriedade na cena com seu trabalho, já colaborou com SD9 um dos principais nomes do grime brasileiro na faixa “Sirenes”, e no começo desse ano participou do programa “Brasil Grime Show” ao lado de DERXAN.

A organização vem trabalhando forte dentro da indústria musical com colaborações de seus influenciadores com diversos MCs. Recentemente anunciaram o rapper Guxta como novo contratado para esse time de influencers. O efeito LOUD é tão bizarro que se somarmos todos os lançamentos musicais feitos até o dia de hoje, já soma mais de 100 milhões de visualizações, só no YouTube.

Obviamente que para a montagem desse Selecta muitos outros encontros foram deixados de lado, mas caso achem interessante estou a disposição de trazer a parte dois desse SELECTA!

É só um joguinho, eles disseram…

%d blogueiros gostam disto: