#01 – GIRO Kalamidade

Sons, eventos, atividades, programas... Isso e muito mais sobre a cena do Rap nacional você encontra aqui, no GIRO Kalamidade.

A cena do Rap nacional está cada vez mais em ascensão. Todos os dias são lançadas diversas músicas, EPs, álbuns, eventos e uma série de outros trampos que fomentam a cena e revelam nomes que além de somarem no presente através de sua arte, também possuem o potencial de transformar completamente o Rap nacional no futuro.

Aqui no Kalamidade todos acreditam no potencial latente que diversos artistas do Rap nacional (principalmente do underground) possuem. E sob essa premissa que surge o nosso mais novo quadro: o GIRO Kalamidade.

No GIRO Kalamidade você, que está aí lendo esse texto neste momento, vai ficar por dentro de alguns dos melhores sons que saíram durante a semana, de eventos e demais atividades envolvidas com a cena Hip-Hop que aconteceram ou estão por vir, e uma série de outras novidades que, se eu fosse você, não perderia por nada!

Então, sem mais delongas… Bora pro GIRO da semana!  

Das memórias da Baixada Fluminense ao Encontro com Fátima Bernardes

“A arte foi pra mim um objeto transformador em relação a comunicação com o mundo” – Tarso Gentil.

Foi graças a essa transformação realizada pela arte em sua vida, que o artista visual, ator e cenógrafo Tarso Gentil pavimentou uma estrada que permitiu que ele encontrasse inspiração nas memórias de sua família e nas ruas do Gramacho na Baixada Fluminense para a criação de suas artes, e ocupasse espaços em que a cultura preta precisa ser exibida, estudada e naturalizada cada vez mais.

Um desses lugares – ou melhor dizendo, um desses programas é o “Encontro com Fátima Bernardes” da Rede Globo, em que o trabalho do artista será exibido por meio de 30 obras que conduzem uma linha tênue entre a sociedade e o indivíduo, o corpo e o espírito. A arte de Tarso quebra tabus e segue demonstrando sua capacidade de abrir portais e de se renovar. E você terá a oportunidade de conferir o peso e a importância das obras do artista a partir de segunda-feira (18) até sexta-feira (22), a partir das 10hrs.

Diretamente de Pernambuco, rapper Hórus lança o single “Excama Comunista”

Em tempos como esses que vivemos, abordar temas como o racismo estrutural e a violência policial em todas as mídias possíveis é essencial, e não seria diferente com o estilo musical que, de seu surgimento até a atualidade, luta contra esse sistema racista: o Rap.

Excama Comunista”, single mais recente do rapper Hórus, aborda tudo isso. Com referências que vão de Marighella à Malcolm X, passando pelo enfrentamento à estrutura racista por trás do capitalismo, o MC e produtor traz uma faixa potente, em que encara todas essas problemáticas através de sua caneta que é devidamente explorada em um beat de trap fluido que o próprio MC produziu, mixou e masterizou.

Ficou curioso? Então dá um confere no trampo do MC e diz pra gente o que achou!

Festival Caleidoscópio promove intercâmbio cultural com o rapper britânico Mohammed Yahya

As experimentações artísticas do Festival Caleidoscópio já são velhas conhecidas das praças e ruas de Nova Iguaçu por mesclar arte e ativismo, ao mesmo tempo em que fomentam processos que valorizam e reavivam ainda mais as diversas formas de intervenção cultural em espaços públicos da cidade.

Mas agora, graças ao patrocínio da Oi Futuro e British Council, após seis edições o festival ganhará uma versão on-line, com palestras, rodas de conversa, saraus de poesia, workshops de produção musical e laboratório de Rap. O festival também contará com a abertura do gestor do evento e rapper Dudu de Morro Agudo, além do rapper britânico Mohammed Yahya, que iniciarão o intercâmbio de ideias e experiências entre diferentes periferias do mundo.

O festival ocorre nos dias 23, 25, 26, 27, 28 e 30 de janeiro, e 03 e 06 de fevereiro. Já as inscrições para participar são gratuitas e serão divulgadas nas redes sociais do Instituto Enraizados junto com a programação completa.

Ouça “Bombay”, primeiro single de 2021 do rapper Lil Rasta

Em “Bombay”, o rapper Lil Rasta exprime um processo criativo fruto da vontade de seguir em frente.

O som, que foi produzido e escrito pelo próprio MC, apresenta o sentimento de alguém que está preso em uma situação (ou relacionamento?), e que usa a diversão e a bebida como válvula escape para fugir desse aprisionamento. Durante a música, o MC de fortal joga a caneta pra jogo e apresenta boas linhas, além de um beat calcado em um violão ao melhor estilo latino-americano que é complementado pelo banjo, e pela percussão de personalidade dada ao beat pelo artista.

O single faz parte do EP “O Estrangeiro”, que ainda não possui data de lançamento. Mas enquanto esse trampo não vai pras ruas, dá um ligue no som do Lil Rasta:

Afro-X (509-E) participa do podcast “O Ben para todo mal”

O podcast “O Ben para todo mal”, apresentado por Homero Pivotto, traz uma série de entrevistas com mães e pais que se encontram fora daquela visão mais “tradicional” do que se entende por família aqui no Brasil.

Em um dos seus episódios mais recentes, o programa recebeu o rapper Afro-X, um dos criadores do 509-E e pai de 8 filhos, pra uma conversa sobre lições de vida, adversidades, superação, africanidade na música e claro, como tentar ser um bom pai.

A entrevista do Afro-X no podcast “O Ben para todo mal” está disponível no Youtube em uma versão reduzida, e na íntegra no Spotify.

Obs: lembrando que para consumir podcasts não é necessária a contratação de uma assinatura premium na plataforma.

Fernando Kep anuncia clipe para a faixa “Ranço (cheio de ódio)”, parceria com rapper JOCA

Lançada em maio do ano passado, a mixtape “VADE MECUM” mostrou mais uma vez o porquê do MC Fernando Kep figurar a lista de “Apostas do Ano” da Rap Sh!t. Com diversas camadas de composição, passando pelo Boombap, Trap e Funk, “VADE MECUM” trouxe à cena diversas faixas memoráveis e “Ranço (cheio de ódio)” é uma delas.

A faixa em parceria com o rapper JOCA surge da energia emanada por alguém que, assim como nós, acumulou o famigerado ranço resultado de uma sequência de anos caóticos que evidenciaram de diversas formas diferentes os resultados que a eleição de um facínora, preconceituoso e negacionista trouxeram para um país que foi afundado no caos proporcionado por uma pandemia sem precedentes e um governo genocida.

O som por si só é uma pedrada, mas o MC convidou o diretor Ítalo Almeida e produziu um clipe que logo no teaser já arrepia qualquer um!

Nas palavras de Fernando:

“além de compor a música, transpassa a mesma e atribui significados e percepções particulares”.

Clipe de “Ranço (cheio de ódio)” será lançado no dia 25/01, mas enquanto isso, você pode conferir o teaser disponibilizado pelo MC em suas redes sociais e no youtube, e claro, dar aquela orelhada no som através das principais plataformas de streaming!

DiaspoCast entrevista Mussum Alive

Se você está inteirado acerca do que acontece no mundo dos podcasts, certamente conhece já ouviu falar do DiaspoCast e do trabalho que ele exerce enquanto uma mídia que oferece um espaço para a expressão de ideias, debates e produção de conteúdos relacionados à cultura Hip-Hop e afro diaspórica em geral.

E se você, assim como eu, também é uma criatura da rede social do passarinho azul, provavelmente já ouviu falar do influenciador digital e comediante Leandro Santos, conhecido pelo seu nick Mussum Alive e por ser uma das personalidades mais marcantes do Twitter desde os seus primórdios.

Pois bem, na última sexta-feira (15), o DiaspoCast se uniu ao Leandro para um bate papo, em que o influenciador contou diversas histórias vivenciadas nos shows de Rap que rolavam em São Paulo no início dos anos 2000, além de opinar sobre a postura dos rappers atuais e o que rolou com o Hip-Hop de 10 anos pra cá.

O DiaspoCast está disponível nas principais plataformas digitais e é ALTAMENTE recomendado pela equipe do Kalamidade!

Confira “Sogeking”, segundo single do álbum “Cybermano” do rapper Afrodroid

A mistura entre o Rap e a cultura otaku já deu liga pra sons de diversos MCs da cena, mas desta vez, as referências dos animes não se limitam apenas às estéticas que estamos acostumados.

Munido de muita revolta para com determinadas questões sociais e claro, de muitas referências do universo dos animes, o rapper Afrodroid soltou na última sexta (15), o clipe do single “Sogeking”, que fará parte do álbum “Cybermano”.

Na caneta o MC não decepciona: além das já comentadas referências à cultura otaku, o MC também entrega linhas fortes e agressivas, com questionamentos necessários e afirmações que o posicionam como um artista poderoso.

A produção do single ficou por conta de Lucas Kid, que fez da mistura de elementos do Trap, Boombap e Industrial com a adição do sample de uma fala do personagem de anime que dá nome à música (Sogeking – One Piece) algo explosivo, no melhor sentido da palavra.

O clipe, que foi dirigido por Felipe Lima, dá continuidade à saga iniciada no single anteriormente lançado pelo MC, a música “Mago Negro”.

“Sogeking” está disponível nas principais plataformas digitais!

E aí, curtiu a primeira edição do GIRO Kalamidade? Então fica ligado porque semana que vem tem mais!

Enquanto a nova edição não sai, caso você tenha alguma sugestão de pauta para incluirmos no GIRO é só dar uma olhadinha na nossa linha editorial aqui no site e enviar um e-mail com o release para contato.kalamidade@gmail.com. Fechou?

É nóis!

%d blogueiros gostam disto: