Trocamos uma ideia com o produtor e rapper BeAlve$, confira

Conheça um pouco sobre essa personalidade do Rap Nacional que vem com estilo próprio.

BeAlve$ é rapper e produtor musical, possui letras de própria autoria com temas
fortes e que retratam a realidade da periferia, letras como “Reagrupando as tropas” na
qual faz uma convocatória para a reflexão de ir em luta pelo que acredita e a música
“A humanidade falhou” que traz as questões atuais.

Conheça um pouco sobre essa personalidade do Rap Nacional que vem em estilo próprio.

Você canta desde quando?


Sempre que é feita essa pergunta eu costumo dizer que é desde 1996, foi quando eu e
dois amigos participamos de um gincana na escola, cantamos uma som do sistema
negro, Cada Um Por Si.

Quais os grupos que você já participou?


A único grupo no qual fiz parte foi o Periféricos Z/O da cidade de Francisco Morato, na
época eu cantava, mas foi onde tive meu primeiro contato com produção musical, o
grupo Periféricos Z/O foi uma escola onde eu ampliei os meus conhecimentos e
vivencia.

Você escreve tuas letras, quais são tuas inspirações?


Sim, eu sempre escrevi as minhas letras, sobre inspirações, além de levar nas letras
assuntos relacionados aos problemas sociais, me inspiro em alguns grupos, algumas
produções musicais, na verdade, cada letra escrita depende muito de como esta o meu
emocional, o meu estado de espirito.

Há quanto tempo você produz? Porque foi pra esse ramo?


Sobre produção musical, estou envolvido faz uns quatro anos, sempre fui movido por
musica e de certa forma – o rap – não só para mim, como para outros manos e minas é
uma terapia, quando comecei a produzir eu não estava mais cantando como grupo, foi
quando resolvi fazer o meu próprio “corre”, comprando meus equipamentos e aos
poucos fui montando meu estúdio, nesse meio tempo fiz alguns cursos de mixagem e
masterização e hoje em dia estou desenvolvendo o meu trabalho independente.

Você está no rap há mais de 20 anos, como é lançar o primeiro single solo depois de
tanto tempo?


Tem um gosto muito especial por que foi tudo feito por mim, eu fiz a instrumental, eu
fiz a mixagem e a masterização, tudo com meu suor e muita força de vontade. Nesse
sentido a música foi desenhada e pensada nos mínimos detalhes. É ver o meu produto
finalmente na rua, as pessoas ouvindo, comentando, compartilhando, esse feed back é
importante.


Como foi escrever e gravar uma musica para teu filho?


Vou responder com este verso da música “Foi difícil conter a emoção, quando eu ouvi
o seu coração me fez pensar, me elevar para mais perto do céu, com vontade de voar”.
Recentemente você lançou um videoclipe com Lunna Rabetti sobre o fim dos
tempos.

Qual mensagem você quis passar?


Lunna Rabetti é grande referencia, a mensagem desse som reflete muito em situações
que vivemos atualmente, o nome do som é “A Humanidade falhou”, no nosso ponto
de vista falhamos quando pensamos apenas no nosso umbigo e não nos preocupamos
com o próximo ou com as próximas gerações, quando não damos o devido valor as
coisas simples da vida.

Você possui uma faixa em construção com UZZY, qual a motivação desse convite?


Essa faixa com o Uzzy do grupo Caçadores de Harmonia ainda esta em construção,
estamos alinhando nossas agendas pra gravar, mas já firmamos o som e vem com dois
flows diferenciados. Pra mim é uma satisfação ter essa parceria porque além do Uzzy
ser um ótimo rapper, nossas influencias vem do grupo Bone thugs n harmony. Então é
um som que a galera poderá sentir essa forte influencia na musicalidade.

O single “Reagrupando as tropas” foi um sucesso, o que você acredita que possa ter
chamado atenção?


Nesse single, todo processo foi feito totalmente de forma independente, ate mesmo a
divulgação fiz de forma espontânea, enviei o link em grupos de WhatsApp, grupos no
Facebook, contatos no celular, e o som foi tomando proporção através de
compartilhamento… foi um envolvimento pessoal com os ouvintes e o retorno foi
direto. Acredito que a mensagem e a base no estilo drill chamou a atenção da galera.

https://open.spotify.com/artist/68UgkmBuceEYEb6Em8j0BZ?si=WX5UsfB8ROC7O3tkc
v0jzQ&dl_branch=1

links.freshtunes.com/TvIf2
Contatos:
Email: basilva.alves@gmail.com

Agradecemos pela ideia!

Leia Mais
SonoTWS: Febre90’s, o Boombap e as cápsulas do tempo
%d blogueiros gostam disto: